[dropcap style=”style3″]A[/dropcap]maratona consistia em sair do trabalho na Barra da Tijuca às 16:00, chegar na rodoviária Novo Rio antes das 17:30 e partir para São Paulo. A preocupação era o meio de transporte: ônibus comum ou táxi? A primeira, não tão segura e muito lenta. A segunda, muito cara. Logo depois do almoço, veio a sugestão da colega de trabalho: um ônibus que integra o terminal Alvorada (Barra) com a rodoviária Novo Rio, sem paradas. O serviço é bom, vale a dica:

– Quem faz? A viação 1001.
– Quanto custa? R$ 6,80.
– Duração do percurso? Média de 40 minutos.
– Quais os horários? Das 6h às 22h, com saídas regulares de hora em hora.

 

Milagre de Páscoa: consegui ser liberado às 15:30 do trabalho, peguei táxi até o Alvorada e de lá o ônibus das 16:00 para a rodoviária. Cheguei sem problemas na Novo Rio e segui pela mesma 1001 para SP. Preço da passagem foi de R$ 81, mas em outros horários de saída é possível encontrar passagem por R$ 65. Tempo previsto era de 6h de viagem. Ou seja, chegaria às 23:30. Mas com engarrafamento no RJ, trânsito lento em SP, cheguei de madrugada, 1:20. Peguei carona com minha amiga paulistana Vanessa na rodoviária do Tietê direto para a nossa “base” em São Bernardo. Sono de verdade apenas às 4h.

Zzzzzzz…


Rafael Cardoso

Carioca da Ilha do Governador, Rafael é formado em Jornalismo. Defende a filosofia mochileira de viagens econômicas, independentes, que respeitam a natureza e as culturas de cada lugar. Adora contar e ouvir histórias desde pequeno. Descobriu que escrever sobre turismo e viagens é uma ótima terapia de vida.

Posts do autor