[dropcap style=”style3″]M[/dropcap]ais um dos posts de interesse geral e de grande importância, principalmente em viagens longas. No seu mochilão, nunca deixe de levar um recipiente com remédios. Lembre-se que dependendo do lugar para onde vamos, muitos fatores podem contribuir para que sejamos vítimas de algum mal-estar. As condições climáticas, por exemplo. Imagine um carioca saindo de um calor de 40 graus para o frio da Patagônia. Gripes e resfriados são prováveis problemas. Outra cena clássica: degustar um exótico prato da culinária peruana e ser surpreendido por uma daquelas grandes dores de barriga. E para os fanfarrões de plantão, é comum a ressaca depois de virar a noite na bebedeira.

Encontrar remédios no exterior pode ser uma tarefa bem complicada. Alguns não são vendidos ou tem nome diferente, outros são de procedência duvidosa. Há lugares que são muito rígidos e só vendem todos os medicamentos com receita médica e outros comprovantes. Tudo bem que há outros, como a Bolívia, onde é até possível comprar Viagra com um simples pedido no balcão. Mas nunca dá para contar com a sorte.

Segue uma sugestão de remédios para compor o seu kit:

  • Aspirinas
  • Comprimidos contra ressaca
  • Loção contra queimaduras
  • Gel contra dor muscular
  • Pomada para assaduras
  • Protetor solar
  • Protetor labial
  • Colírio
  • Comprimido contra enjoo
  • Itens para curativos
  • Antigripal
  • Comprimidos para diarreia e prisão de ventre
  • Remédio para cólicas ou dor de barriga
  • Vitamina C
  • Sal de fruta
  • Anti-inflamatórios
  • Antitérmico
  • Spray para garganta