[dropcap style=”style3″]N[/dropcap]unca fui muito fã de zoológicos ou outros passeios que envolvam animais enjaulados. É sempre difícil saber em que condições eles foram capturados e como são tratados pelos donos desses locais. Gosto do Parque das Aves, em Foz do Iguaçu, porque se propõe a ser um espaço de abrigo e recuperação de animais. O ideal seria que todos estivessem sempre em seu habitat natural e não fossem meros objetos decorativos para o ser humano. Mas sabemos que nós ainda precisamos evoluir muito no relacionamento com os demais seres do planeta.

Segundo os responsáveis pelo parque, aproximadamente 50% das aves ali foram resgatadas de ambientes de maus tratos, do tráfico e da posse ilegal. Outros 43% nasceram no próprio parque, com fins de preservação de espécies vulneráveis e ameaçadas. Na teoria, o espaço reproduz um ambiente favorável para os animais, que provavelmente não sobreviveriam fora dali. Até que provem o contrário, não vi nada desfavorável no projeto.

DSC00559 DSC00553

O maior atrativo do passeio é ficar muito próximo das aves. São mais de mil espécies – como tucanos, flamingos, araras, papagaios e pavões – que o visitante pode observar de muito perto. O parque está inserido em um pedaço de Mata Atlântica, com diferentes tipos de viveiros. Você entra em alguns deles  e fica rodeado pelas aves. Algumas são mais abusadas, ficam apoiadas nos corrimões e até posam para as fotos. Outras não dão muita bola para a presença dos turistas bobalhões e passeiam tranquilamente no chão e entre galhos. Eu, particularmente, acho os tucanos os mais interessantes e bonitos. E realmente é muito legal você ficar tão próximo de um deles.

Outros animais não são, digamos assim, muito “simpáticos”, e ficam em espaços onde a observação é feita de mais longe. Flamingos e corujas, por exemplo, estão nesse grupo. Mas o parque não tem apenas aves. Alguns répteis também vivem no espaço. E os jacarés, sucuris e jiboias você vai querer mesmo que estejam mais afastados. No fim do passeio, quem tiver mais coragem pode até tirar uma foto com uma jiboia mansa ou optar por uma recordação menos arriscada como uma foto com uma arara. No dia em que eu fui no lá, em setembro de 2011, só vi a arara disponível pra os cliques. Juro!

DSC00599

O Parque das Aves é uma opção bem legal para quem vai visitar as Cataratas do Iguaçu, que convenhamos é o passeio principal mesmo. Um fica do lado do outro, na Avenida das Cataratas. Dá pra fazer o passeio no parque em uma ou duas horas, e depois visitar a principal atração da cidade. Fica muito perto do aeroporto internacional e a uns 20 minutos de carro do centro de Foz. No Terminal de Transporte Urbano (TTU), tem ônibus (linha Parque Nacional) que param na porta dos dois atrativos turísticos. Mais informações, veja abaixo:

info1 info2 info3